Ideias de Meninas

Tudo Sobre moda, dicas e ideias para meninas.

This content shows Simple View

7 dicas para aumentar sua visibilidade no Instagram (2021)

O Instagram é atualmente a plataforma de mídia social mais popular do mundo. Seus usuários são altamente conectados, e mais de 71% das marcas já estão nessa rede social. Dessa forma, muitas empresas e pessoas buscam se destacar na plataforma para terem mais visibilidade, para que então, gerem mais oportunidades, seja exibição, leads e até clientes, tudo para construir sua marca no mercado.

Com o crescente volume de usuários, prender a atenção do público está cada vez mais concorrido, tornando necessário considerar algumas medidas para manter seu negócio atualizado com o meio digital.

Muitos empresários e influenciadores gerenciam seus perfis no Instagram por conta própria, alguns contratam agências de marketing especializadas para gerir por eles.

Se você se encaixa no primeiro grupo citado acima, aqui estão algumas dicas sobre como aumentar sua visibilidade no Instagram.

Algumas estatísticas sobre o uso do Instagram:

  • 1000 milhões de usuários ativos por mês.
  • Maior audiência feminina com 10% de diferença em relação aos homens.
  • 95 milhões de fotos são publicadas todos os dias.
  • 91% do conteúdo são fotos.
  • 47 vezes mais engajamento por seguidor do que no Facebook.
  • Mais de 1.000 comentários por segundo.
  • Mais de 4,2 bilhões de curtidas por dia
  • 38% mais engajamento com vídeos do que fotos.
  • 80% dos usuários seguem uma marca no Instagram.

Como você pode melhorar sua visibilidade no Instagram?

1. Aproveite o conteúdo gerado pelo usuário

Os usuários do Instagram são extremamente ativos. Se você consegue ter uma comunidade participativa, use o conteúdo criado por outras pessoas para trazê-lo para sua conta. Esta é uma regra psicológica básica: queremos ser reconhecidos.

Também podemos usá-lo para gerar conteúdo sem consumir muitos recursos. O que está claro é que você precisa cuidar da imagem e que sua conta segue padrões visuais coerentes. Isso significa que você não deve apenas fazer upload de nada, mas tentar manter a consistência.

O que está claro é que nada funciona melhor do que criar conteúdo graças à sua comunidade e ao envolvimento delas. Porque é para isso que servem as comunidades.

2. Use hashtags corretamente

#Não #é # sobre #marcar # algo #. Trata-se de encontrar hashtags que vão aumentar o seu alcance (que por padrão será muito baixo, pois sabemos o que acontece com as próprias redes do Facebook, para que os usuários acabem pagando por mais anúncios para aumentar o alcance).

Se #Love tem muita concorrência e muito conteúdo é gerado sobre este assunto, não terá utilidade para você e você só atrairá bots, o que não tem interesse para construir uma comunidade ativa. Por outro lado, se você estiver procurando por uma hashtag mais específica que seja ativa, mas não tão saturada de conteúdo, provavelmente será encontrado por mais pessoas e poderá expandir não apenas seu alcance, mas também seu público.

3. Vinculação correta de stories e feed

De um lado e do outro. Vemos o storie típico do NEW POST com muita frequência, mas você também deve aplicá-la por outro lado. Teste fazer alguns stories instagram diferentes para engajar com seu público. Por que não usar uma postagem do feed para chamar a atenção para novos conteúdos nos stories? Claro, não use a mesma foto, tente vinculá-la de uma forma diferente, por exemplo, quando há uma nova postagem; transforme stories em teasers! Se houver uma nova série de stories (melhor do que apenas uma), use o feed para recapitular o que seus seguidores encontrarão.

São ideias que você pode fazer suas, mas não perca a oportunidade de buscar contatos e tentar aumentar seu alcance, tanto em um formato quanto no outro, seja em feed ou stories.

4. Primeiro o entretenimento, depois os negócios

O que é o Instagram hoje? É um canal de entretenimento. Goste ou não. Isso significa, antes de mais nada, que você precisa entreter seu público. Vemos muito claramente que marcas que conseguem entreter de todas as maneiras possíveis têm um nível muito mais alto de engajamento e alcance orgânico do que marcas que tentam fazer valer seus direitos por meio de produtos, serviços, descontos, etc.

E faz sentido pensar em como você usa o Instagram e então tentar fazer com que outras pessoas usem o seu Instagram da mesma maneira. Voilà, funciona.

E não dê desculpas: se você não sabe entreter, o primeiro passo é descobrir quais contas são as mais engajadas hoje e por quê.

5. Procurando constantemente por novas fórmulas

Você não terá sucesso na primeira vez com qualquer peça de conteúdo ou um conjunto de peças de conteúdo. Nem mesmo o segundo. Provavelmente nem mesmo o oitavo. E quando você chegar lá, não fique satisfeito. Sempre em busca de novas fórmulas. Continue a expandir o escopo do que funciona para você à medida que encontra novas soluções que produzem resultados. Essa é a única maneira de construir um público de longo prazo. Não há nada pior do que uma audiência fugaz.

O Instagram está constantemente mudando o algoritmo de feed, então você precisa ajustar constantemente sua estratégia do Instagram de acordo.

6. Formatos de teste

Uma das partes do conteúdo que produz resultados é a surpresa. Se você esperar para usar um formato até que todos tenham experimentado, não terá nenhuma surpresa. O mesmo vale para memes. O mesmo vale para desafios. Tente ser o mais adaptável possível e adote coisas novas o mais rápido possível. Você pode não obter nenhum resultado com IGTV, mas seja persistente porque você sabe que não há atalhos no Instagram!

7. Não economize na publicidade

Uma ótima maneira de crescer e capitalizar seu sucesso é por meio da publicidade – desde que seu conteúdo faça sentido e você tenha um público que valide o significado de seu conteúdo. Não economize em investir em redes sociais pagas quando seus esforços de conteúdo precisam de um pouco mais de gás.

Ou você é o primeiro ou faz algo completamente diferente. Todo o resto será previsível.



A eficácia do sabonete de óleos essenciais

Quais são os efeitos e funções dos sabonetes de óleo essencial? Os óleos essenciais são um ingrediente-chave na fabricação de sabonetes usados ​​para adicionar fragrâncias naturalmente, os óleos essenciais também conferem suas propriedades curativas.

Além dos quatro elementos terra, ar, fogo e água com os quais já estamos familiarizados, os “quatro elementos” são considerados os quatro elementos. De acordo com as crenças antigas, a matéria é composta por esses elementos; a essência também é chamada de éter ou espírito, então o óleo essencial é a essência vital da planta extraída.

Os óleos essenciais são extratos vegetais altamente concentrados e apenas uma ou duas gotas podem ser usadas para perfumar ou queimar o óleo. No processo de fabricação do sabão, basta adicionar algumas gramas à pasta de sabão para produzir uma fragrância especial ou mista.

Este artigo apresenta a eficácia e a função do sabonete de óleo essencial, bem como o uso de sabonete de óleo essencial.

Como são feitos os óleos essenciais?

Os oleos essenciais podem ser extraídos das plantas por destilação, o que requer aquecimento e resfriamento seletivos para separar os óleos essenciais de outros componentes da planta. As folhas, raízes, flores e cascas de várias plantas são geralmente destiladas para produzir óleo residual.

Em alguns casos, uma grande quantidade de matéria vegetal é necessária para produzir uma pequena quantidade de óleo; por exemplo, na destilação do óleo essencial de rosa, é necessária uma tonelada de pétalas para produzir meio quilo de óleo.

Os óleos essenciais são frequentemente confundidos com óleos essenciais artificiais; os dois não são a mesma coisa, porque os óleos essenciais são fabricados artificialmente, não extraídos de plantas. 

Eles podem adicionar fragrância aos sabonetes, mas não fornecem as mesmas propriedades terapêuticas dos óleos essenciais, embora também possam vir de fontes naturais.

Por que os óleos essenciais são usados ​​na fabricação de sabonetes?

Além de adicionar fragrância aos sabonetes naturais, os óleos essenciais também são usados ​​na fabricação de sabonetes porque são bons para a saúde – especialmente para a pele. 

Diferentes óleos têm efeitos diferentes. Por exemplo, diz-se que o Ylang Ylang ajuda a reduzir o aparecimento de rugas, enquanto o limão e o sândalo estão relacionados ao tratamento da acne.

Muitos óleos essenciais têm propriedades antibacterianas ou antibacterianas, enquanto outros ajudam a aliviar a dor e a inflamação. Alguns podem acalmar as emoções, enquanto outros podem elevá-las. 

Como mencionado acima, os óleos essenciais são adicionados apenas para fragrâncias – se você comprar sabonetes perfumados, verifique os rótulos de aromaterapia ou óleos essenciais.

Os óleos essenciais são produtos naturais, no entanto, isso não significa que os sabonetes naturais contendo óleos essenciais devem ser evitados. Contanto que o óleo não seja muito picante e a composição seja inferior a um por cento da composição do sabão, ele não será prejudicial.

A eficácia e o papel do sabão de óleo essencial

Sabonete de óleo essencial de hortelã

Além do aroma de menta fresca, a hortelã também tem um efeito calmante e relaxante. Também ajuda com indigestão, dores de cabeça e náuseas com sabonete de leite de cabra de eucalipto e diz-se que alivia pequenas dores. 

O óleo de hortelã contém mentol, que pode refrescar a pele e produzir uma sensação de resfriamento. Isso geralmente ajuda a relaxar os músculos. Além disso, pode nutrir a pele opaca e melhorar a textura da pele oleosa. Este óleo é refrescante e edificante, e estamos felizes em fornecer este óleo natural em nossos produtos.

Sabonete de óleo essencial de toranja

Que óleo essencial maravilhoso e brilhante. Este é um aditivo refrescante e nutritivo em nossos sabonetes. É bem sabido que o óleo de toranja pode tratar a depressão por inalação e aliviar o estresse.

 Também é particularmente adequado para o tratamento da pele oleosa e acne, e proporciona uma sensação refrescante. Da mesma forma, também pode ser benéfico para o tratamento de rigidez muscular e cãibras. Estamos sempre em busca de mais motivos para usar este óleo milagroso em nossos produtos.

Sabonete de óleo essencial de hortelã-pimenta

A hortelã-pimenta tem um cheiro refrescante de mentol, quando inalada e relaxa a mente. Esse efeito calmante se estende ao sistema digestivo, pois acredita-se que a hortelã-pimenta também ajuda a indigestão e náuseas. Ele também alivia dores de cabeça e é dito que alivia a dor quando aplicado topicamente. 

O óleo de hortelã-pimenta contém mentol, que pode produzir uma sensação de resfriamento quando aplicado na pele e ajudar a relaxar os músculos. Nutre a pele opaca e melhora a pele oleosa. Resumindo, este é um óleo revigorante e energético.

Sabonete de óleo essencial de laranja

Gostamos do cheiro de laranjas espremidas na hora. Este óleo essencial cítrico doce é extraído da casca da fruta e possui uma variedade de propriedades curativas. 

Estudos mostraram que o óleo essencial de laranja pode efetivamente aliviar a inflamação interna e externa. Isso o torna um agente confiável contra acne e dermatite.  

Também foi demonstrado que ajuda a aliviar as cãibras musculares. Estudos recentes mostraram que simplesmente inalar o óleo essencial de laranja pode aliviar os sintomas de PTSD e ansiedade. Também tem vitalidade, o óleo essencial de laranja é um poderoso relaxante.

Sabonete de óleo essencial de limão

O óleo essencial de limão tem um efeito rejuvenescedor e pode reduzir significativamente o estresse. Semelhante ao óleo essencial de laranja, tem uma qualidade refrescante que pode aliviar ou acalmar a ansiedade. 

As propriedades adstringentes do limão ajudam a equilibrar as glândulas sebáceas e reduzem a produção de óleo. Estudos também mostraram que o óleo de limão pode inibir os radicais livres, tornando-o um elemento essencial dos produtos anti-envelhecimento. 

Além disso, o óleo essencial de limão é um potenciador de cabelo conhecido que ajuda a nutrir o couro cabeludo e a combater a caspa. É também um desinfetante e anti-séptico eficaz e costuma ser usado para matar bactérias.

Sabonete de óleo essencial de alecrim

O alecrim é uma ajuda útil para ajudar a vários problemas comuns de pele. Tem propriedades antibacterianas e anti bacterianas e é conhecido por ajudar a aliviar eczema, dermatite, pele oleosa e acne. Em alguns casos, o uso contínuo de óleo de alecrim pode fortalecer o cabelo, estimulando os folículos capilares. 

O óleo essencial de alecrim também pode ser usado como um dos melhores relaxantes da natureza. Cheirar alecrim pode diminuir o nível de cortisol (um hormônio do estresse) no corpo e estimular a atividade mental e a energia.

Sabonete de óleo essencial de sálvia

A sálvia é uma erva intimamente relacionada à sálvia de jardim comum. Seu óleo essencial é destilado a vapor e tem sido usado para fins medicinais há séculos. 

Estudos demonstraram que, além das propriedades antifúngicas e anti inflamatórias, o óleo essencial de salva também tem um poderoso potencial antidepressivo. Suas propriedades antivirais foram estudadas e provaram ter efeitos anti-gripe, tornando-o eficaz contra os vírus da gripe sazonal.

Quando inalado, a sálvia tem um efeito calmante. Um estudo mostrou que depois que um grupo de mulheres inalou óleo essencial de sálvia antes de se submeter à cirurgia, sua pressão arterial continuou a cair. 

Quando aplicado topicamente, é uma substância antibacteriana poderosa, tornando-se um inimigo natural das infecções comuns da pele. A pesquisa em andamento está explorando ainda mais os muitos usos terapêuticos desse óleo essencial dinâmico.

Gostamos da salva de baunilha porque combina bem com outros óleos essenciais naturais, como patchuli e alecrim. Nós nos misturamos com outros ingredientes naturais para criar um cheiro limpo e permitir que você retorne à natureza.



Dicas para novos momentos de pura paixão

Muitos casais sabem disso: os problemas cotidianos e a rotina diária geralmente matam lentamente o romance. O erotismo formigante dos primeiros dias gradualmente se torna um hábito aconchegante. 

Isso nem sempre precisa ser ruim, mas também pode se tornar enfadonho no longo prazo. Um chute erótico de vez em quando nunca prejudicou uma parceria. Receba dicas para novos momentos de paixão e traga mais erotismo de volta à sua parceria.

Para um casal recém-apaixonado, o sexo geralmente é a coisa mais linda do mundo. No decorrer do relacionamento, essa paixão física diminui e transforma as noites agradáveis ​​na cama em noites familiares na frente da televisão.

Tal desenvolvimento não é incomum e, como costuma acontecer, os hormônios são os culpados. Porque, embora o hormônio do prazer neutropenia esteja inicialmente presente a esse respeito, ele está sendo gradualmente substituído pelo hormônio de ligação oxitocina.

Isso, por sua vez, apoia o sentimento de união dentro de uma parceria. Portanto, o ponto principal é que é muito importante se um relacionamento deve durar muito tempo. Como resultado, no entanto, o erótico muitas vezes cai no esquecimento.

Mas como você pode conseguir trazer mais disso de volta para a parceria? Quais métodos são promissores, mas quando você ultrapassa o alvo com ações bem-intencionadas? Como você faz isso para não ser pego e incomodado por seus próprios filhos?

Saia da vida cotidiana

Você já deve ter percebido que a vida cotidiana e a rotina a ela associada são os maiores fatores de risco para o erotismo. Portanto, é lógico escapar da vida cotidiana para uma aventura erótica. Isso exige um certo esforço, mas certamente compensará.

Viagem erótica de fim de semana

Por exemplo, quartos de hotel também têm um efeito muito erótico em muitas pessoas. Portanto, seduza seu parceiro em uma viagem de fim de semana a uma cidade estranha. 

Lá você experimentará muitas coisas novas, escapará da sua vida cotidiana e poderá esquecer todas as preocupações e aborrecimentos ao seu redor por uma vez. Você verá que isso também tem um efeito positivo em sua vida amorosa.

Mais erotismo em suas próprias quatro paredes

Para que você volte a se instalar em sua vida amorosa, você não precisa necessariamente deixar o ninho familiar. É ainda melhor se você mudar algo também nisso, a fim de garantir momentos emocionantes de amor de vez em quando, apesar dos hábitos cotidianos.

Compre roupa de dormir nova

Na maioria das vezes, a pessoa fica confortável com seus hábitos caros. Por exemplo, faça um teste crítico à sua roupa de dormir. Sejamos honestos: não costumamos usar verdadeiros assassinos do amor? Será que achamos nossa própria visão em pijamas atoalhados realmente eróticos?

Compre algo novo. Não precisa ser necessariamente lingerie , especialmente se você não se sentir confortável com ela.

Uma camisola nova e bonita ou um pijama feito de um tecido fino podem realçar seus encantos da mesma forma. A propósito: seu parceiro também ficará feliz se você for às compras para ele e surpreendê-lo com uma camisola nova.

Novos lugares na casa familiar

Para escapar da vida cotidiana, você não precisa necessariamente ir a novos destinos, como o famoso quarto de hotel. Que tal simplesmente novos lugares em casa, onde você seduza a pessoa amada? Sexo no quarto é certamente o clássico, mas se você quiser trazer um sopro de ar fresco para o relacionamento, você deve estar aberto a coisas novas.

A grande vantagem das posições sexuais é que nem todas precisam ser feitas deitadas. Você pode e deve ser criativo aqui, então por que não?

  • No chão
  • Na parede
  • Na mesa
  • Na cozinha
  • No sofá

Beijos lascivos

Muitos casais reclamam da incapacidade de se manterem de bom humor. Isso é muito mais fácil do que você pensa – beijando. Não se fala em saudação habitual, despedida ou beijos na testa, pelo contrário: os primeiros beijos, beijos lascivos de língua já não estão na agenda de muitos casais.

São precisamente esses beijos que podem ajudar a criar uma sensação esquecida de estar recentemente apaixonado. Borboletas em seu estômago e um desejo por mais pré-programado.

Elogios e realização de desejos

Mesmo se você elogiar seu ente querido no dia-a-dia, você deve se perguntar se isso não poderia ser um pouco mais expressivo aqui e ali. Aqui também ajuda a lembrar os primeiros dias do relacionamento: O que você achou particularmente atraente? O que fez você querer fazer sexo? Produtos sex shops online ainda estimulam?

Esse pensamento pode, é claro, estar relacionado à vida sexual direta. Você só precisa superar um pouco para falar sobre seus desejos e sonhos. Mas se eles já estavam cumpridos “então” – por que não também hoje?

Não defina expectativas muito altas

Com muitos casais, erotismo e sexo são repetidamente adiados porque estão esperando o momento certo e perfeito. Infelizmente, isso muitas vezes não acontece, então seria melhor dizer adeus à ideia de uma noite romântica à luz de velas adequada para o cinema – pelo menos não se deve esperar o tempo todo.

Uma rapidinha também pode ser erótica, muitas vezes particularmente excitante e excitante. Portanto, se você deseja fazer sexo “no meio”, deve tomar a iniciativa e se libertar da pressão do momento certo.



Como estudar matemática de forma eficaz

Matemática é uma das matérias que tem mais reclamações em praticamente todo o mundo. Os alunos que não gostam de matemática muitas vezes ficam estressados quando tem que realizar uma prova ou exame especifico, porque muitas vezes acham a matéria chata ou dizendo que não serve para nada.

Infelizmente, ninguém consegue escapar da matéria matemática mesmo que esteja se formando em Humanas, e pode ser o mínimo de matemática mas vai ter pode ter certeza disso. 

Mas se você for analisar a matemática não é impossível se você estiver disposto a trabalhar. Os alunos costumam achar o assunto tedioso ou difícil porque não dedicaram tempo para entender as fórmulas e os princípios, não dominaram o básico ou não praticaram o suficiente.

Aqui estão algumas dicas para estudar matemática de forma eficaz, para que você possa atender a esse requisito e passar pelas aulas sem se estressar muito com isso:

Prática, Prática, Prática

Isso não é segredo, mas muitos alunos ignoram esse conselho essencial quando se trata de matemática. Matemática exige muito trabalho e não é um assunto que você possa memorizar de um livro didático na noite anterior à prova.

Você precisará entender a lógica e os processos por trás dos problemas, o que vem naturalmente com a prática. Ele também permite que você identifique e trabalhe com erros e enganos comuns, ajudando você a se tornar um estudante melhor de matemática.

Mesmo se você achar que entende um conceito ou fórmula em particular, todo o seu conhecimento existente pode ser jogado em um loop quando você se depara com um problema específico que é a ‘exceção à regra’ ou é particularmente complicado.

Você precisará de bastante prática para resolver problemas, e quanto mais prática você fizer, melhor – especialmente se você nunca entendeu totalmente o básico. Se você for fraco em matemática, fique mais forte pegando alguns livros de prática ou baixando alguns exercícios de prática grátis online.

Termine seu dever 

Nem é preciso dizer que o dever de casa é muito importante para a matemática, pois você precisa aplicar o que aprendeu. Mesmo que a estrutura do seu curso não exija que você entregue a lição de casa ou dê pontos adicionais por ela, considere-a parte de sua prática.

Quando se trata de dever de matemática, é melhor não esperar muito para que os conceitos ainda estejam frescos em sua mente. Se você completar seu dever de casa e tarefas depois de cada aula, provavelmente achará mais fácil dominar os conceitos e identificar suas áreas problemáticas.

Faça anotações extensas 

Quando estiver em uma palestra ou tutorial, faça anotações detalhadas sobre o que seu professor está dizendo. Em vez de apenas copiar os exemplos ou fórmulas do quadro, anote as explicações e dicas dadas pelo seu professor.

Mais tarde, quando você revisar suas anotações ou fizer sua lição de casa, essas anotações podem ser apenas o que você precisa para resolver um problema difícil, pois você será capaz de se lembrar do que seu professor disse sobre como resolvê-lo.

Além disso, a matemática incentiva o aprendizado ativo, para que você se envolva enquanto ouve a palestra e pode absorver melhor o material em vez de se perder e tentar recuperar o atraso mais tarde.

Acredite em si mesmo

Esta pode não ser uma habilidade de estudo em si, mas a atitude certa é muito importante para ser um bom aluno de matemática. Quando, desde pequenos, dizemos a nós mesmos que não somos bons em matemática, estamos fadados ao fracasso.

Reforçando essa crença de que você não é bom em matemática ou que é muito chato, você tem mais probabilidade de enfrentar ansiedade, estresse e baixa confiança em matemática, o que leva a sentimentos infelizes em sala de aula, bem como a uma baixa taxa de retenção e falta de vontade de pedir ajuda para melhorar suas habilidades.

Portanto, diga a si mesmo desde o primeiro dia de aula que isso é algo que você PODE fazer, acredite em si mesmo, adote uma atitude positiva e poderá descobrir que não é tão ruim em matemática quanto pensava inicialmente!

Conclusão

Com essas dicas agora vai ser possível você praticar matemática ou até mesmo enfrentar aquelas aulas de redação enemLembrando que a prática é fundamental para ter sucesso em todas as matérias

Ficaram com dúvidas ou tem sugestões de temas? Deixe abaixo nos comentários. 



Como montar seu ciclo de estudos

Você tem problemas para incluir o tempo de estudo em sua programação? Você está esperando até o último minuto para estudar para os exames? Preparei tópicos que vão te ajudar a montar o seu ciclo de estudos.

Superficialmente, cada etapa pode parecer óbvia, mas com muita frequência os alunos tomam atalhos e perdem oportunidades importantes de se beneficiar da interação de cada etapa do ciclo. 

Com um estudo bem planejado, cada etapa se baseia na anterior e distribui seu aprendizado ao longo do semestre, o que é muito mais eficaz do que esperar até o dia anterior ao teste para estudar.

Para aprender a montar seu ciclo de estudos continue lendo:

Etapa 1:Visualizar

Dê uma olhada no que você vai cobrir durante a aula antes de começar. Isso o ajudará a ter uma noção do quadro geral e antecipar como os conceitos se encaixam. Você aproveitará melhor a participação na palestra (etapa 2) se já tiver algum contexto para o que está prestes a aprender e se puder entrar na aula com perguntas que espera que sejam respondidas.

Certifique-se de fazer a leitura antes da aula . 

Mesmo que seu professor não atribua especificamente a leitura, você pode usar a programação do curso no plano de estudos para descobrir o que será abordado e visualizar o conteúdo. 

Se você está com pressa, não há problema em folhear- concentre-se em títulos, introduções e resumo. Se o seu professor fornecer os objetivos de aprendizagem ou slides do PowerPoint com antecedência, certifique-se de visualizá-los e talvez até imprimi-los para fazer anotações. O importante a ter em mente aqui é que nem folhear, ler ou assistir às aulas é incrivelmente eficaz por si só, mas a combinação (e às vezes a repetição) dos dois resulta em um bom aprendizado. Se você ouviu um amigo dizer “Não leio para a aula porque o professor cobre tudo na aula”, ele está perdendo uma grande oportunidade de aprender mais com a aula, o que significa que precisará estudar mais depois para para aprender o material.

Etapa 2: Frequentar a aula 

Claro, ir para a aula do concurso militar é uma etapa importante no ciclo de estudos, mas apenas estar fisicamente presente não é suficiente. 

Estar atento e engajado o ajudará a aproveitar ao máximo a experiência. O tempo de aula é importante, porque é quando você entende as expectativas do professor e as áreas de foco (por exemplo, o que vai estar no teste), o que o ajudará a descobrir no que se concentrar durante as sessões de estudo mais tarde (etapas 3 e 4). É também uma grande oportunidade de obter insights e intuição do seu instrutor e de outros alunos da classe, fazendo perguntas e participando de discussões.

Durante a aula,faça anotações de uma forma que seja útil para você. Fazer anotações à mão pode ajudá-lo a lembrar as informações – especialmente se você tentar parafrasear com suas próprias palavras. Tente ficar longe do telefone / computador durante a aula, a menos que você precise deles para uma tarefa. Fique atento às suas perguntas e, se não conseguir fazer isso durante as aulas, planeje ir ao expediente ou às aulas particulares.

Etapa 3: Revisão 

Reserve algum tempo depois da aula para revisar suas anotações. Você não precisa gastar muito tempo fazendo isso, mas quanto antes, melhor. Revendo logo após a aula, enquanto o material ainda está fresco, você pode preencher as lacunas e descobrir o que pode precisar de ajuda.

Ao reler suas anotações, certifique-se de estar ativamente engajado com o material. Permitir passivamente que seus olhos percorram o material não ajudará muito. 

Em vez disso, explique o material para si mesmo, resuma os pontos-chave, faça perguntas e pense no quadro geral. Comece a planejar como você pode estudar o material que aprendeu. Se você seguiu as etapas 1 e 2, esta será a terceira vez que se envolverá com este conteúdo. A exposição repetida ao material ajuda a lembrá-lo e entendê-lo com mais eficácia.

Etapa 4: Estudo 

Agende várias sessões de estudo focadas por semana para cada uma de suas aulas. Essas sessões não precisam ser longas; na verdade, sessões de estudo breves, mas intensas, tendem a ser mais eficazes do que tentar estudar por muitas horas seguidas. 

Descubra por quanto tempo você pode permanecer focado e eficiente – pode ser de apenas 20 a 30 minutos, mas provavelmente vai variar dependendo do material – e então planeje sessões de estudo dessa duração durante a semana. Ao espalhar seus estudos ao longo do tempo, você está estudando de forma muito mais eficaz (isso é chamado de “prática distribuída”) e não terá que tentar fazer sessões de estudo de maratona menos eficazes antes do exame (também conhecido como “prática em massa”) . 

A prática distribuída ajuda você a aprender o material em um nível mais profundo porque você tem mais tempo para processá-lo, ver as conexões e fazer perguntas.

Quando você está planejando suas sessões de estudo, é importante definir metas específicas e realistas. Ter um plano para o que você fará durante a sessão de estudo o ajudará a usar seu tempo com mais eficiência.

Etapa 5: Verificar

A última etapa é aquela que muita gente esquece. É importante verificar com você mesmo para ter certeza de que o que você está fazendo está funcionando e estar aberto para mudar suas técnicas se não estiver. Afinal, você não gostaria de perder muito tempo fazendo algo que não o está ajudando a aprender. Pratique o auto teste regularmente. Discuta o que você está aprendendo com os colegas. Verifique os objetivos de aprendizagem e certifique-se de que os está cumprindo.

Agora que você já tem o ciclo de estudos ficou mais fácil para se organizar e tirar boas notas em exames e provas. Comece aplicar hoje mesmo para ter resultados rápidos. 



5 Passos para planejar uma ótima viagem

Você sempre quis planejar sua própria viagem e não depender de pacotes caros e inflexíveis de agências de viagens? Você prefere planejar seus pontos turísticos e rotinas diárias de forma independente e com o máximo de liberdade? O que você está esperando? Hoje em dia é mais fácil do que nunca organizar e reservar a sua própria viagem. 

Seja inverno ou verão, férias na praia ou viagem à cidade, Ásia ou América. Basta seguir estes 6 passos na ordem indicada e aproveitar o melhor momento da sua vida!

1. Encontre o destino de viagem dos seus sonhos

Em primeiro lugar, é claro, você precisa saber o destino da viagem. Suponha que você não saiba para onde ir, mas é absolutamente flexível e aberto a novos países e culturas. Então faz sentido no primeiro passo escolher o destino da viagem de acordo com o clima e a estação do ano. 

Dicas para encontrar um destino de viagem adequado

Evite férias locais e feriados. Neste momento, os voos e as acomodações são muito mais caros, as principais atrações estão lotadas e o transporte público pode não funcionar regularmente.

Basicamente, oriente-se de acordo com o clima, mas nem sempre você precisa escolher o melhor mês. O melhor tempo de viagem geralmente significa a temporada principal ao mesmo tempo.

Nessa hora, a maioria dos turistas está na estrada e pode acontecer que você encontre mais estrangeiros do que locais. Portanto, sempre reserve um período de um a dois meses para obter o tempo ideal de viagem. As temporadas baixas também podem ser muito boas!

Verifique no site do Ministério das Relações Exteriores se precisa de visto ou de quaisquer outros documentos de entrada para o respectivo país.

Descubra o seu destino de férias. Vacinas, moeda, idioma, cultura e pessoas. Não custa fazer alguma pesquisa antes de ir.

2. Itinerário e pontos turísticos

Se você não está em um tour mundial e tem tempo limitado, você quer saber com antecedência seu itinerário aproximado e os melhores pontos turísticos. Claro que você não tem que organizar tudo em detalhes, mas você deve procurar alguns pontos ao planejar sua viagem, porque outros fatores como acomodação, etc. serão baseados nisso nas linhas a seguir.

Planeje pontos turísticos e rotas de viagem

Nos blogs de viagens são apresentadas as melhores vistas de determinados lugares ou mesmo roteiros inteiros de viagens e relatos de experiências. Você pode encontrar uma visão geral de todos os países com relatórios de viagens.

Google Maps. Um ótimo app para pesquisar restaurantes, pontos turísticos, praias, clubes, etc. Basta inserir o termo de pesquisa no respectivo local e você encontrará uma lista completa, incluindo comentários. Você pode salvar tudo o que lhe interessa com uma estrela e encontrar rapidamente essas marcações no mapa.

3. Encontre voos baratos

Você decidiu um destino e um tempo de viagem? Você sabe o que quer ver e a rota aproximada? Então, a próxima etapa no planejamento da viagem é encontrar os voos mais baratos.

Dicas para encontrar e reservar voos baratos

O fator mais importante para economizar é que você está usando um mecanismo de busca de voos . Também faz sentido sempre usar pelo menos dois mecanismos de pesquisa, pois os preços costumam variar. Na maioria das vezes, além do preço mostrado, há uma taxa para sua bagagem e, se necessário, pagamento com cartão de crédito.

Comece a procurar voos com três meses de antecedência . As passagens aéreas sobem até 20% quanto mais perto você fizer a reserva da data de partida.

Flexibilidade. Se você não tem uma data específica de saída e retorno, pode economizar muito. A propósito, você pode inserir meses inteiros como datas de voo de ida e volta nos mecanismos de pesquisa de voos comuns. O mesmo se aplica ao aeroporto de partida.

Inscreva-se para receber os boletins das companhias aéreas. Às vezes, as companhias aéreas oferecem negócios realmente baratos em certos feriados que você não quer perder.

Enviar ofertas de voos por e- mail. A probabilidade não é necessariamente muito alta de que você sempre encontrará algo adequado, mas às vezes há algo lá. Posso recomendar as páginas:

4. Acomodação boa e barata

A vantagem decisiva se você mesmo planejar sua viagem e não reservar um pacote de férias? Você pode escolher exatamente a acomodação que melhor se adapta a você e à sua carteira. E o que é ainda mais importante: você não está preso a um alojamento e pode mudar a qualquer momento e assim descobrir vários lugares.

Encontre hotéis próximos ao aeroporto se for ficar apenas uma noite e voar no dia seguinte.

Sempre leia as avaliações de uma propriedade. Mas acima de todos os comentários ruins.

O último ponto desta vez para o fim: Sempre use um buscador de hotéis ao planejar sua hospedagem .

5. Divirta-se em sua própria viagem planejada

Agora você seguiu esses passos, será fácil planejar com sucesso sua primeira viagem. Quando se trata de fazer as malas / malas, a regra é: menos é mais, “Preciso levar esse sapatenis masculino? escolha o que você mais irá usar, e caso queira trazer presentes é bom ter um lugar reservado na mala.

Agora vá e descubra esse mundo que está de braços abertos para você!



Alpargatas: tudo o que você precisa saber para estar na moda

Os sapatos são mais que um simples acessório, trata-se de uma peça de vestuário que tem o objetivo de proteger os pés. São, portanto, indispensáveis.

Mas isso não significa que as pessoas se contentam em usar qualquer coisa, os costumes e usos de cada cultura, e o papel da moda em todas as épocas, fazem desta peça, um adorno que comunica sobre estilo, personalidade, escolhas e preferências de cada pessoa.

Neste contexto, a alpargata, também conhecida como alpargata ou alpercata, ressurge diretamente do século passado, e ganha as ruas, como parte da vestimenta de meninos, meninas, homens e mulheres.

A alpargata, é um calçado de origem árabe, que se espalhou pela Espanha (por algum tempo, aqui no Brasil a alpargata era chamada de sapato espanhol), depois pelo sul da França e finalmente conquistou o mundo.

As alpargatas estão com tudo, são a nova tendência e as queridinhas entre fashionistas e pessoas no geral. Se você quer conhecer um pouco mais sobre elas, este texto é para você. 

Reunimos aqui, tudo o que você precisa saber para estar na moda usando alpargatas.

O que é alpargata?

Talvez seja a primeira vez que você ouve falar de alpargatas, mas é provável que você já tenha visto alguém se exibindo com esse calçado por aí.

A alpargata é um tipo de calçado que se assemelha a uma sapatilha, geralmente confeccionada em brim ou lona, com solado de borracha. No passado era comum que essa peça fosse fabricada com fios de fibra vegetal trançados, como juta, sisal ou ráfia e a parte superior feita em tecido ou couro. 

No Brasil, as alpargatas começaram a ser produzidas em larga escala a partir de 1908 pela Fábrica Brasileira de Alpargatas e Calçados, se você não conhece essa fábrica, provavelmente conhece as marcas e produtos associados a ela – Havaianas, Mizuno, Dupé.

Ela foi a grande responsável pela popularização das alpargatas no Brasil, através de campanhas de marketing intensas e barateamento do produto como foco no acesso da população.

Como usar uma alpargata?

Como dissemos anteriormente, a alpargata é o tipo de calçado que pode ser usado por qualquer pessoa, não importa o gênero ou a idade. E mesmo que ela tenha voltado como tendência há alguns verões passados, é o tipo de peça que dificilmente vai sair de moda. Afinal, o sinônimo para alpargata é conforto.

A alpargata é um tipo de sapato simples, que pode facilmente se tornar peça chave em qualquer visual, o que o torna bastante versátil, fácil de combinar com qualquer outra peça do vestuário e com qualquer estilo adotado.

No passado, era comum encontrar alpargatas em apenas duas cores, preto ou branco, com a evolução na indústria e a possibilidade de inovação proporcionada pelo mundo da moda, as alpargatas passaram a ser confeccionadas nos mais diferentes materiais e com as estampas mais variadas. 

Este calçado é mais comumente usado no verão, por causa de sua leveza e por manterem os pés frescos e protegidos. Então, se o calor é intenso na sua região, as alpargatas são uma boa alternativa e caem bem sendo usadas com vestidos, calça, short, saias, bermudas, entre outros.


A alpargata ainda assume o mesmo conceito que a indústria passou a disseminar para contribuir em sua popularização: para o uso comum de todos na família.

Onde comprar alpargatas?

As alpargatas podem ser facilmente encontradas em quaisquer lojas de calçados, em tamanhos, cores e materiais variados. 

É um calçado acessível, resistente e mais barato que outros, mas com a vantagem de se adaptar a qualquer momento ou evento.

Apesar de ser comum encontrar pessoas e determinados veículos afirmando que é preciso seguir regras no uso de peças de vestuário, ou que para estar na moda é preciso seguir esta ou aquela tendência, no fim das contas, o que realmente importa é como você está se sentindo com as roupas e calçados que você escolheu.

Moda é, também, desprendimento e conforto, e a alpargata é aquele calçado que traduz este conceito perfeitamente, mas é sempre importante dar preferência a calçados de qualidade, então, se você quiser dar uma olhada ou comprar alpargatas, confere os modelos oferecidos pela Calceleve.



Bairros com a melhor infraestrutura de Curitiba

Curitiba é a capital do Estado do Paraná, estado este da região Sul do Brasil. Trata-se da cidade com um dos maiores IDHs (Índice de Desenvolvimento Humano) do país.

São inúmeras as razões que atraem a atenção das pessoas para residir nessa cidade. De fato, ela mescla a tranquilidade dos bairros mais longínquos com a badalação de grandes cidades. Um dos motivos que despertam o interesse das pessoas é a infraestrutura da capital paranaense.

Nesse sentido, quais os bairros de Curitiba com as melhores infraestruturas de Curitiba? Confira adiante.

Água Verde

O já citado bairro do Água Verde é o bairro que possui o maior IDH de toda a cidade.

Não é à toa que as pessoas desejam comprar apartamento no Água Verde. Afinal, é um dos melhores bairros, em uma das cidades mais desenvolvidas do território brasileiro.

Aliás, ele é famoso por seu clima agradável, por conta da vasta área verde que detém. Outro aspecto de suma relevância também é o transporte público. Isso porque várias linhas de ônibus suprem as demandas da região, facilitando bastante a vida dos residentes.

Além disso, o bairro possui um Sesc e também o estádio Joaquim Américo, que foi devidamente reformado a fim de receber a Copa do Mundo de 2014. Desse modo, o Água Verde apresenta uma maravilhosa infraestrutura.

Bigorrilho

A princípio, o Bigorrilho é um dos bairros com menor extensão na cidade de Curitiba. Apesar disso, é recheado de infraestrutura e funcionalidade para todos os seus habitantes.

Para salientar de forma ainda mais intensa toda a beleza existente no bairro, a região é cheia de áreas verdes, assegurando um charme para quem mora no Bigorrilho. Ademais, o bairro igualmente proporciona muitas praças e parques.

Vila Izabel

Famoso por suas ruas sossegadas e arborizadas, o bairro de Vila Izabel é bem abastecido de supermercados e restaurantes, além de ser devidamente atendido por inúmeras linhas de ônibus.

É importante destacar que esse bairro é marcadamente residencial e é largamente conhecido pela sua excelente segurança. Hoje em dia, é classificado como uma excelente alternativa de custo x benefício, unindo a praticidade, comércio e educação.

Batel

É visto como um dos bairros mais encantadores de Curitiba. O Batel comporta dois shoppings, restaurantes ligados à alta gastronomia e vários bares.

Residir no Batel também representa ser próximo de grifes famosas, uma vez que nessa região na cidade localizam-se várias marcas de grifes.

Cabral

Para aqueles que são aficionados por arquitetura, sem sombra de dúvida irão simplesmente adorar o bairro do Cabral.

Essa corresponde a uma região já antiga. Entretanto, ela é muitíssimo bem estruturada para poder receber os habitantes com toda a comodidade e conforto.

Além disso, o bairro do Cabral está situado a pouquíssimo tempo do centro da cidade, viabilizando o acesso para outros bairros da região.

Ecoville

Ir atrás de apartamento para vender no Ecoville pode ser uma das melhores decisões que você irá tomar caso pretenda mudar para a cidade ou então já more em Curitiba, porém pretende trocar de bairro.

Afinal, esse equivale a um dos bairros mais sofisticados e luxuosos da capital paranaense. Com efeito, ele tem um comércio para lá de abundante, com incontáveis e variados estabelecimentos comerciais.

Forrado de prédios e condomínios de elevadíssimo padrão, o Ecoville também detém uma fabulosa conexão com a natureza, possuindo 115m² de área verde por morador. Calmaria e qualidade de vida existem de sobra para os moradores ricos da região. A propósito, é um dos bairros mais seguros da cidade.

Cristo Rei

Perto do Jardim Botânico, considerado como o maior cartão postal da cidade, o Cristo Rei oferta aos residentes dessa área excelentes opções de comércio, de segurança e de entretenimento.

O trânsito do bairro é super silencioso e tranquilo, assim como costuma ocorrer com uma cidade do interior, comparativamente falando.

Cajuru

O Cajuru, outro bairro excelente de Curitiba. Aliás, ele fica pertinho de bairros como Capão da Imbuia, Jardim das Américas e Planta Guilherme Weiss, que por sua vez é classificado como um bairro jovem na cidade.

Para as horas de descontração, entretenimento e lazer, pode-se usufruir do Parque Linear do Cajuru, construído para recuperar a função ambiental do Rio Atuba.

O transporte no Cajuru

Além disso, a região é atravessada por relevantes vias de transporte, como a Presidente Affonso Camargo.

O Bairro Cajuru também comporta o Terminal Centenário, o qual contém muitas linhas de ônibus da modalidade expresso e alimentadores para outras regiões de Curitiba.

Centro

Uma cidade excelente para se habitar é aquela possuidora de um centro repleto de opções para o seu habitante. E o centro de Curitiba tem simplesmente tudo aquilo que se comenta de positivo da capital do Estado do Paraná.

É no Centro de Curitiba que você poderá vislumbrar uma gama diversificada de restaurantes (inclusive alguns ficam abertos 24h por dia), cinemas, escolas, hospitais, comércios e muitos outros elementos.

O Centro é aquele estilo de bairro que, inegavelmente, todo mundo vai poder encontrar aquilo que está procurando.

Surpreendentemente, o valor dos imóveis, seja para compra ou locação, aqui nessa área é mais baixo do que nas outras vizinhanças de caráter mais nobre. Outrossim, a expectativa de vida da localidade é uma das mais altas da cidade.

Santa Felicidade

O bairro de Santa Felicidade é um dos melhores para se morar na cidade de Curitiba. Não é sem motivo que a procura por casas em Santa Felicidade. Afinal, sua infraestrutura é um das mais robustas e bem servidas.

O comércio é extenso e bastante diversificado, além de oferecer todos os serviços possíveis e imagináveis que podem haver em um centro urbano. Contém ainda estabelecimentos da área da saúde, hospitais, clínicas, laboratórios, uma delegacia, escolas públicas e particulares, além de uma arquitetura incrível.

Um exemplo disso é a Casa Culpi, Casa dos Gerâneos, Igreja da Matriz de São José, o Panteon do Cemitério Santa Felicidade, Bosque São Cristóvão.

Agora você conhece por completo todas os bairros com as estruturas mais abundantes da cidade de Curitiba. Curta e compartilhe esse post em suas redes sociais.



É possível iniciar uma carreira profissional depois dos 30 anos?

É possível iniciar uma carreira profissional depois dos 30 anos? Essa é uma das questões que mais preocupam quem deseja usar a educação para mudar de vida, pois o fator tempo mais idade, acaba colocando um peso maior na hora de tomar uma decisão.

No entanto, seguir uma carreira profissional depois dos 30 pode ser mais simples do que você pensa, desde que esteja disposto a seguir os passos necessários.

Carreira profissional depois dos 30

Muitas pessoas, ao concluir seus estudos secundários, entram imediatamente no mercado de trabalho, devido à falta de recursos na maioria dos casos.

Atualmente, muitas delas têm vasta experiência em um campo específico, no qual poderiam se promover ao estudar uma carreira que lhes permite aspirar as melhores posições e salários, ou, até se tornar um empreendedor com sua própria ideia de negócio.

Acredite, a idade não é um problema para seguir uma carreira profissional, nem as responsabilidades e horários de uma pessoa com carga familiar, uma vez que existem diferentes modalidades de estudos à distância que facilitam sua especialização ou graduação em nível técnico ou superior.

Inclusive, os cursos técnicos são uma ótima opção para se formar em pouco tempo e conquistar cargos com melhores salários.

Aqui, mencionaremos alguns dos aspectos que tornam a carreira técnica uma das opções mais recomendadas para quem deseja iniciar uma profissão após os 30 anos de idade. Confira:

Quais os benefícios dos cursos técnicos para quem deseja iniciar uma carreira depois dos 30?

Obtenha um emprego e salário melhores em pouco tempo:

Como as carreiras técnicas levam em média entre 1 a 3 anos de estudo, o candidato pode concluir uma formação profissional em pouco tempo, relacionada ao seu campo de atuação na empresa, a fim de conquistar uma promoção com melhor salário, além de se destacar no mercado.

O fator tempo

Muitas carreiras técnicas oferecem opções de estudo à distância, complementando aulas presenciais com aulas combinadas, nas quais você pode estudar em casa, usando um computador ou celular com acesso à internet.

A modalidade mista ou à distância é a melhor opção para quem tem horários de trabalho rotativos e também precisa cumprir responsabilidades em casa.

Concursos públicos

A fazer um curso técnico, você também poderá se inscrever para participar de concursos públicos, os quais oferecem ótimos salários, estabilidade e diversos benefícios. Muitos concursos, exigem apenas o ensino médio completo e nível técnico de formação.

Para passar em um concurso, você pode se preparar com materiais gratuitos de site de rateio de concursos.

Carreiras com alta demanda de mão-de-obra

Se você possui experiência profissional em um campo específico, no entanto, não tem interesse em seguir uma carreira universitária nesse campo, pode escolher diferentes especializações técnicas com alta demanda de emprego.

Há diversas opções de cursos técnicos relacionados à construção, edificação, administração, área da saúde, entre outros.

Oportunidade de empreendedorismo

Outro cenário para uma pessoa, entre 30 e 50 anos, é que ela não deseja continuar trabalhando de maneira dependente. Muitos têm uma boa ideia de negócio, mas não o conhecimento profissional necessário para iniciá-lo.

Como exemplo, você tem habilidades para tirar fotos e deseja se tornar um fotógrafo profissional com seu próprio estúdio, a fim de realizar ensaio gestante, álbuns de casamento, fotos em eventos de esportes, entre outros, mas não sabe como administrar e gerenciar para iniciar gastando pouco, além de otimizar processos.

Nesse caso, um curso de gestão, empreendedorismo ou administração, pode ajudá-lo.

Além disso, há casos de pequenos empreendedores que desejam se especializar em uma carreira profissional que lhes permita dar uma volta de 360 ​​graus à sua empresa.

Para eles, as carreiras técnicas são uma opção viável, devido ao pouco tempo de estudo e à possibilidade de continuar com mais especializações úteis para seus negócios.

As carreiras técnicas relacionadas à Administração têm grande potencial para criar novos empreendedores; por outro lado, existem opções voltadas, principalmente, para as pessoas com uma ideia de negócio que desejam desenvolver, como a carreira técnica em Gestão Comercial e Vendas.

Considerando essas vantagens, futuros profissionais com mais de 30 anos podem começar a realizar um plano de estudos, de acordo com suas necessidades, sem o risco de perder tempo ou dinheiro, uma vez que uma carreira profissional sempre será um investimento no futuro.



Investir em Carteira Administrada é seguro?

Também chamada de portfólio ou de cesta de investimentos, a carteira administrada é um serviço feito por especialistas em investimentos. De forma obrigatória, todas as pessoas que trabalham com isso possuem um registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Além disso, muitas deles prestam serviço para empresas especializadas em investimento.

A questão é bem simples: um investidor contrata uma pessoa para cuidar do seu portfólio de investimentos. Ou seja, ele vai transferir os cuidados de sua carteira administrada para um profissional da área.

Após ser contratado, o gestor da carteira administrada será responsável pelas vendas e compras dos ativos de seu cliente. Em resumo, deixar alguém cuidar de seu portfólio de investimentos é permitir que outra pessoa gerencie o seu dinheiro.

Sobre o título deste texto, a resposta é “sim”, contratar uma carteira administrada é seguro. No decorrer deste artigo, você entenderá as razões.

Conflito de interesses

Um conflito de interesses é gerado quando um profissional fica na dúvida entre fazer a melhor proposta para o seu cliente ou tirar vantagem dele para aumentar seus lucros. Por exemplo, vender um produto de qualidade duvidosa pelo preço de um top de linha só para ganhar mais em cima da venda.

Uma das razões da carteira administrada transmitir segurança é não haver esse tipo de problema. Como o administrador cobra uma taxa em cima do valor total da carteira, não há interesse nos valores de suas vendas.

Ou seja, mesmo que o investidor lucre muito com vendas e compras, o gestor da carteira não terá nenhum tipo de ganho com isso. Dessa forma, o profissional tem obrigação de lutar pelo crescimento da carteira, caso queira lucrar alguma coisa.

Racionalidade

Quando um profissional cuida dos investimentos de uma pessoa, não haverá o risco dela fazer um investimento por impulso. Dessa forma, o investidor poderá manter o foco em seu objetivo inicial, pois o administrador não o deixará investir em nada por emoção.

Quando se fala de investimentos, é importante usar a racionalidade, pois ela evita que o investidor seja enganado pela primeira solução mágica que aparecer.

Economia de tempo

Como já foi dito antes, na carteira administrada é o gestor que executa as operações. Por conta dessa autonomia, o profissional pode tomar várias decisões sem pedir a permissão do cliente. Obviamente, ele precisa se adequar ao acordo que foi feito com investidor quando o contrato foi assinado.

Esse modus operandi da carteira administrada poupa o tempo do investidor. Com outra pessoa no comando do portfólio, a única preocupação do cliente é o lucro final. Dessa forma, ele não é obrigado a se preocupar com os números frenéticos do mercado financeiro.

Liquidez de investimento

Essa informação é importante para quem pretende contratar uma carteira administrada. A expressão “liquidez de investimentos” faz referência ao prazo de aplicação e ao resgate do valor do investimento. Tanto um quanto o outro dependem dos ativos que estão ligados ao portfólio.

Alguns investimentos do portfólio podem ser resgatados no mesmo momento em que foram solicitados (liquidez diária). Por outro lado, existem investimentos que demoram entre dois e trinta dias para cair na conta do investidor. Por fim, ainda existem investimentos que só serão resgatados no dia do vencimento da aplicação.




top