Ideias de Meninas

Tudo Sobre moda, dicas e ideias para meninas.

This content shows Simple View

Conheça os principais códigos dos bancos brasileiros

Se muitos clientes, sejam antigos ou novos, acabam tendo que consultar uma lista para saber o código banco do seu próprio banco, imagine para saber o de outro. Esse código se torna necessário quando é preciso fazer uma transferência bancária, seja por DOC ou TED. 

O que é código banco?

O código banco nada mais é do que um número que serve para identificar as instituições financeiras existentes. Cada banco que atua em território nacional tem seu próprio número, que é chamado de “código de compensação”. Para uma comparação mais completa, é só imaginar esse código como sendo o número de RG da instituição.  

É necessário informar o código banco?

Para concluir transferências bancárias entre diferentes instituições, é necessário que seja informado o código do banco para qual o dinheiro será enviado. Seja por DOC ou TED, junto com o código do banco, será solicitado outras informações para concluir a transação, como a agência e conta de destino, CNPJ ou CPF e nome do titular da conta destinatária.

Exemplo: Maria tem conta no Banco Itaú e precisa realizar uma transferência para a conta de Roberto, que é Bradesco. Dessa forma, na hora de informar o código do banco, ela irá colocar o código do banco de destino (Bradesco).

É muito importante consultar o código correto para a transação, pois caso você deixe para pagar uma conta de última hora e errar o número do código banco, o valor será devolvido para sua conta e o pagamento não será feito, o que poderá gerar juros e multas.

Lista dos principais código banco brasileiros

No Brasil existem muitas instituições financeiras, mas algumas se destacam pelo atendimento, popularidade e serviços. Separamos uma lista com os principais bancos brasileiros, confira: 

  • 237 – Banco Bradesco S.A
  • 745 – Banco Citibank S.A.
  • 001 – Banco do Brasil S.A.
  • 341 – Banco Itaú S.A.
  • 389 – Banco Mercantil do Brasil S.A.
  • 356 – Banco Real S.A. (antigo)
  • 633 – Banco Rendimento S.A.
  • 453 – Banco Rural S.A.
  • 422 – Banco Safra S.A.
  • 033 – Banco Santander (Brasil) S.A.
  • 104 – Caixa Econômica Federal
  • 399 – HSBC Bank Brasil S.A. – Banco Múltiplo
  • 652 – Itaú Unibanco Holding S.A.

Muitas pessoas acabam por criar confusão entre os números da agência e conta da pessoa, com o número da identificação da instituição bancária. Lembre-se que cada pessoa tem sua própria agência e conta, enquanto o código banco é único e sempre o mesmo para cada banco. 



Revender suplementos

Procurando uma fonte de renda extra? Já pensou em revender suplementos? Pois saiba que este é um dos segmentos que mais cresce no Brasil e ainda tem muito espaço para se desenvolver.

A preocupação com o corpo e a busca pela saúde e o bem-estar faz com que o mercado de suplementos permaneça em constante ascensão. Como isso, abre as portas para novas oportunidades de ganhos: revender suplementos.

Segundo dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Suplementos Nutricionais e Alimentos para Fins Especiais (Brasnutri), o segmento de suplementos alimentares faturou cerca de R$ 2 bilhões em 2018. O que representa um crescimento de 8,5% em relação ao ano anterior. A projeção é de crescimento para os próximos anos também.

O Brasil é o terceiro maior mercado de suplementos do mundo, perdendo apenas para Estados Unidos e Austrália. Sendo que cerca de 54% da população brasileira consome algum tipo de suplemento em seu dia-a-dia.

Esses números provam o quão grande é o potencial de lucro com a revenda de suplementos alimentares.

Chamamos de suplementos alimentares as formulações feitas com vitaminas, minerais e outros nutrientes, desenvolvidas para complementar as doses que podem não estar sendo consumidas na quantidade ideal pela dieta regular.

Se antes a indústria de suplementos se voltava muito mais para os atletas e praticantes de musculação, hoje existem vários tipos de suplementos indicados para as mais variadas finalidades. Seja para quem deseja emagrecer, engordar, pratica esportes ou tem alguma deficiência nutritiva ou doença.

Por isso, quando se fala em suplementos alimentares, o público alvo vai muito além do que o estereótipo dos fortões da academia.

Apesar de os adeptos da musculação representarem uma parte do público que consume suplementos, principalmente whey protein, o setor se deu conta que é preciso expandir o público e aproveitar as oportunidades de mercado.

Dessa forma, os clientes dos revendedores vão desde esportistas que buscam suplementos para melhorar o rendimento, até mulheres e idosos em busca de vitaminas e colágeno para retardar o envelhecimento.

No geral os suplementos mais consumidos são os aminoácidos, minerais, ômega 3, termogênicos, polivitamínicos, antioxidantes e naturais.

Portanto, há produtos para muitas finalidades e um grande espaço para crescer, uma vez que a população está mais preocupada com sua saúde e qualidade de vida, buscam informação, consultam nutricionistas e procuram seguir uma alimentação e hábitos adequados.

Conforme levantamento da Abrenutri, existem  cerca de 250 marcas de suplementos alimentares comercializados no Brasil, destes,  60% são produtos nacionais e 40% importados.

Ou seja, são várias as opções para quem quer entrar nesse mercado, seja para revender suplementos para gerar uma grana extra ou até mesmo fazer disso a sua principal fonte de renda.

Como revender suplementos?

Você quer revender suplementos, mas não sabe como começar? Primeiro de tudo, saiba que você não precisa ter uma empresa para comprar revender suplementos.

Qualquer pessoa pode vender suplementos seja abrindo uma franquia, uma loja virtual, uma loja física, uma academia, uma farmácia, ou mesmo vendendo para amigos, alunos e conhecidos.

Você também pode vender e expor os suplementos em diversos lugares, com, por exemplo:

  • Academias de musculação
  • Salão de CrossFit
  • Academia de artes marciais
  • Farmácias
  • Salão de beleza
  • Clínica de estética
  • Lojas de alimentação saudável
  • Pontos de açaí

Revender suplementos tem grandes chances de ser um negócio lucrativo, pois como vimos, os brasileiros estão preocupados com o corpo, saúde e qualidade de vida. Um bom empreendedor consegue observar essas oportunidades do mercado.

Comprar e revender suplementos dá dinheiro. É possível obter uma excelente margem de lucro.  De um modo geral, ela varia de 40% a 100% sobre cada produto vendido.

Mas para manter essa margem boa e sempre positiva, é preciso ter um bom fornecedor, que tenha sempre os produtos novos e disponíveis, além de produtos de qualidade com preço acessível.

Achar fornecedores assim não é uma tarefa das mais fáceis, a não ser que você compre diretamente do atacado. Sim, é possível comprar suplementos atacado online para revender.

Onde comprar suplementos para revender?

Com o mercado de suplementos alimentares aquecido é comum que surjam muitas novas marcas e fornecedores. Porém, é preciso muita cautela antes de comprar os suplementos que irá revender.

Uma das suas maiores preocupações deve ser encontrar produtos de qualidade. Até porque, você só conseguirá a confiança do consumidor se revender produtos certificados. 

Leve em conta também o mix de produtos disponíveis, uma vez que o mercado é variado. Assim, poderá atender vários estilos de consumo.

Portanto, busque fornecedores confiáveis, com um bom preço e um portfólio de produtos de qualidade. Para obter um lucro maior, compre produtos diretamente com os fabricantes.

A Nutriblue é uma distribuidora de suplementos direto de fábrica, que vende tanto no atacado quanto no varejo.

Comprando suplementos no atacado com a Nutriblue você já economiza até 80% e consegue aumentar sua margem de lucro na revenda!

Revenda os melhores suplementos. A Nutriblue é a líder em vendas no mercado de suplementos. Seus produtos seguem um rígido padrão de controle e qualidade, de acordo com as normas e diretrizes estabelecidas pela ANVISA.

Conheça todas as vantagens de comprar suplementos atacado na Nutriblue.

O sucesso da revenda de suplementos depende, dentre outras coisas, da qualidade dos produtos e confiabilidade dos fornecedores, bem como da entrega rápida e preços acessíveis.

Seja revendedor Nutriblue e obtenha até 100% de lucro sobre a revenda dos produtos. Compre suplementos atacado online direto pelo site www.nutriblue.com.br e receba na sua casa, em qualquer lugar do Brasil.

O pedido mínimo para revenda é de R$3.000,00 em produtos. Garanta o preço especial para revenda, ou compre no atacado com desconto. Quanto mais produtos levar, maior o desconto.

Comece hoje mesmo a revender suplementos. Faça parte do time de sucesso da Nutriblue e tenha uma renda extra.



Alimentos Orgânicos: O Que Você Precisa Saber Alimentos orgânicos são realmente mais saudáveis? Vale a pena a despesa? Descubra o que os rótulos significam e quais alimentos oferecem o melhor retorno possível.

O que significa “orgânico”?

O termo “orgânico” refere-se à maneira como os produtos agrícolas são cultivados e processados. Embora os regulamentos variem de país para país, nos EUA, as culturas orgânicas devem ser cultivadas sem o uso de pesticidas sintéticos, genes de bioengenharia (OGM), fertilizantes à base de petróleo e fertilizantes à base de lodo de esgoto.

O gado orgânico criado para carne, ovos e laticínios deve ter acesso ao ar livre e receber ração orgânica. Eles não podem receber antibióticos, hormônios do crescimento ou quaisquer subprodutos animais.

Orgânico vs. Não Orgânico
Produto orgânico:Produtos cultivados convencionalmente:
Cultivado com fertilizantes naturais (adubo, composto).Cultivado com fertilizantes sintéticos ou químicos.
As ervas daninhas são controladas naturalmente (rotação de culturas, remoção de ervas daninhas das mãos, cobertura morta e lavoura).As ervas daninhas são controladas com herbicidas químicos.
As pragas são controladas usando métodos naturais (aves, insetos, armadilhas) e pesticidas de origem natural.As pragas são controladas com pesticidas sintéticos
Carne orgânica, laticínios, ovos:Carnes, laticínios e ovos criados convencionalmente
O gado recebe toda a alimentação orgânica, livre de hormônios e OGM.O gado recebe hormônios de crescimento para um crescimento mais rápido, bem como ração não orgânica para OGM.
A doença é evitada com métodos naturais, como alojamento limpo, pastoreio rotativo e dieta saudável.Antibióticos e medicamentos são usados ​​para prevenir doenças animais.
O gado deve ter acesso ao ar livre.O gado pode ou não ter acesso ao ar livre.

Os benefícios dos alimentos orgânicos

Como a comida é cultivada ou aumentada pode ter um grande impacto na sua saúde mental e emocional, bem como no meio ambiente. Os alimentos orgânicos costumam ter nutrientes mais benéficos, como antioxidantes, do que seus colegas cultivados convencionalmente e pessoas com alergias a alimentos, produtos químicos ou conservantes geralmente descobrem que seus sintomas diminuem ou desaparecem quando comem apenas alimentos orgânicos.

Os produtos orgânicos contêm menos pesticidas. Produtos químicos como fungicidas, herbicidas e inseticidas são amplamente utilizados na agricultura convencional e os resíduos permanecem (e) nos alimentos que ingerimos.

Os alimentos orgânicos costumam ser mais frescos porque não contêm conservantes que o fazem durar mais tempo. Os produtos orgânicos são frequentemente (mas nem sempre, portanto, observe de onde é) produzidos em fazendas menores perto de onde são vendidos.

A agricultura orgânica é melhor para o meio ambiente. As práticas de agricultura orgânica reduzem a poluição, conservam a água, reduzem a erosão do solo, aumentam a fertilidade do solo e usam menos energia. Cultivar sem pesticidas também é melhor para pássaros e animais próximos, bem como para pessoas que moram perto de fazendas.

Os animais criados organicamente NÃO recebem antibióticos, hormônios do crescimento ou subprodutos alimentados com animais. A alimentação de subprodutos animais aumenta o risco de doença da vaca louca (EEB) e o uso de antibióticos pode criar cepas de bactérias resistentes a antibióticos. Os animais criados organicamente têm mais espaço para se movimentar e ter acesso ao ar livre, o que ajuda a mantê-los saudáveis.

Carne e leite orgânicos são mais ricos em certos nutrientes. Os resultados de um estudo europeu de 2016 mostram que os níveis de certos nutrientes, incluindo os ácidos graxos ômega-3, eram até 50% mais altos em carne e leite orgânicos do que nas versões convencionais.

Alimentos orgânicos não contêm OGM. Organismos geneticamente modificados (OGM) ou alimentos geneticamente modificados (GE) são plantas cujo DNA foi alterado de maneiras que não podem ocorrer na natureza ou no cruzamento tradicional, mais comumente para resistir a pesticidas ou produzir um inseticida.

Alimentos orgânicos vs. alimentos cultivados localmente

Ao contrário dos padrões orgânicos, não há definição específica para “comida local”. Pode ser cultivada em sua comunidade local, estado, região ou país. Durante grandes porções do ano, geralmente é possível encontrar alimentos cultivados perto de casa em locais como o mercado de um fazendeiro.

Os benefícios dos alimentos cultivados localmente

Financeiro: o dinheiro permanece na economia local. Mais dinheiro vai diretamente para o agricultor, em vez de coisas como marketing e distribuição.

Transporte: nos EUA, por exemplo, a distância média que uma refeição percorre da fazenda até o prato é superior a 2.400 km. O produto deve ser colhido ainda verde e, em seguida, gaseado para amadurecer após o transporte. Ou o alimento é altamente processado em fábricas usando conservantes, irradiação e outros meios para mantê-lo estável para o transporte.

Frescura: A comida local é colhida quando madura e, portanto, mais fresca e cheia de sabor.

Os pequenos agricultores locais geralmente usam métodos orgânicos, mas às vezes não podem se dar ao luxo de se tornar orgânicos certificados. Visite o mercado de um fazendeiro e converse com eles para descobrir quais métodos eles usam.

Compreendendo os OGM

O debate em andamento sobre os efeitos dos OGM na saúde e no meio ambiente é controverso. Na maioria dos casos, os OGM são projetados para tornar as culturas alimentares resistentes a herbicidas e / ou para produzir um inseticida. Por exemplo, grande parte do milho doce consumido nos EUA é geneticamente modificado para ser resistente ao herbicida Roundup e produzir seu próprio inseticida, a toxina Bt.

Os OGM também são comumente encontrados em culturas americanas, como soja, alfafa, abóbora, abobrinha, mamão e canola, e estão presentes em muitos cereais matinais e em grande parte dos alimentos processados ​​que ingerimos. Se os ingredientes de uma embalagem incluem xarope de milho ou lecitina de soja, é provável que contenha OGM.

OGM e pesticidas

O uso de herbicidas tóxicos como o Roundup (glifosato) aumentou 15 vezes desde a introdução dos OGM. Embora a Organização Mundial da Saúde tenha anunciado que o glifosato é “provavelmente cancerígeno para os seres humanos”, ainda existe alguma controvérsia sobre o nível de riscos à saúde decorrentes do uso de pesticidas.

Os OGM são seguros?

Enquanto a Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA) e as empresas de biotecnologia que projetam OGM insistem que são seguras, muitos defensores da segurança alimentar apontam que nenhum estudo de longo prazo foi realizado para confirmar a segurança do uso de OGM, enquanto alguns estudos em animais indicou que consumir OGM pode causar danos aos órgãos internos, retardar o crescimento cerebral e espessar o trato digestivo.

Os OGM têm sido associados ao aumento de alérgenos alimentares e problemas gastrointestinais em humanos. Enquanto muitas pessoas pensam que alterar o DNA de uma planta ou animal pode aumentar o risco de câncer, a pesquisa até agora se mostrou inconclusiva.

Orgânico significa livre de pesticidas?

Como mencionado acima, um dos principais benefícios de comer orgânicos são os níveis mais baixos de pesticidas. No entanto, apesar da crença popular, fazendas orgânicas usam pesticidas. A diferença é que eles usam apenas pesticidas de origem natural, em vez dos pesticidas sintéticos usados ​​em fazendas comerciais convencionais. Acredita-se que os pesticidas naturais sejam menos tóxicos; no entanto, alguns foram encontrados para apresentar riscos à saúde. Dito isto, sua exposição a pesticidas nocivos será menor ao comer orgânicos.

Quais são os possíveis riscos de pesticidas?

A maioria de nós tem um acúmulo acumulado de exposição a pesticidas em nossos corpos devido a vários anos de exposição. Essa “carga corporal” química, como é clinicamente conhecida, pode levar a problemas de saúde, como dores de cabeça, defeitos congênitos e pressão adicional sobre o sistema imunológico enfraquecido.

Alguns estudos indicaram que o uso de pesticidas, mesmo em doses baixas, pode aumentar o risco de certos tipos de câncer , como leucemia, linfoma, tumores cerebrais, câncer de mama e câncer de próstata.

Crianças e fetos são mais vulneráveis à exposição a pesticidas porque seus sistemas imunológicos, corpos e cérebros ainda estão em desenvolvimento. A exposição em idade precoce pode causar atrasos no desenvolvimento, distúrbios comportamentais, autismo, danos ao sistema imunológico e disfunção motora.

As mulheres grávidas são mais vulneráveis devido aos agrotóxicos de estresse adicionados aos órgãos já tributados. Além disso, os pesticidas podem ser transmitidos de mãe para filho no útero, bem como através do leite materno.

O uso generalizado de pesticidas também levou ao surgimento de “super ervas daninhas” e “super insetos”, que só podem ser mortas com venenos extremamente tóxicos como o ácido 2,4-diclorofenoxiacético (um ingrediente importante do Agent Orange).

Lavar e descascar produtos se livrar de pesticidas?

O enxágue reduz, mas não elimina pesticidas. Às vezes, o descamação ajuda, mas nutrientes valiosos costumam ir pelo ralo com a pele. A melhor abordagem: coma uma dieta variada, lave e esfregue todos os produtos cuidadosamente e compre orgânicos sempre que possível.

O melhor retorno para seus investimentos ao fazer compras orgânicas

Alimentos orgânicos costumam ser mais caros que alimentos cultivados convencionalmente. Mas se você definir algumas prioridades, pode ser possível comprar alimentos orgânicos e permanecer dentro do seu orçamento.

Conheça seus níveis de pesticidas

Alguns tipos de produtos cultivados convencionalmente são muito mais altos em pesticidas do que outros e devem ser evitados. Outros são baixos o suficiente para que a compra de produtos não orgânicos seja relativamente segura. O Environmental Working Group, uma organização sem fins lucrativos que analisa os resultados dos testes governamentais de pesticidas nos EUA, oferece uma lista atualizada anualmente que pode ajudar a orientar suas escolhas.

Frutas e legumes onde o rótulo orgânico é mais importante

De acordo com o Environmental Working Group, uma organização sem fins lucrativos que analisa os resultados dos testes governamentais de pesticidas nos EUA, as seguintes frutas e legumes têm os mais altos níveis de pesticidas, então é melhor comprar orgânicos:

MaçãsPimentão DocePepinosAipoBatatasUvasTomate cerejaKale / Collard GreensAbobrinhaNectarinas (importadas)PêssegosEspinafreMorangosPimentas quentes

Frutas e vegetais que você NÃO precisa comprar orgânicos

Conhecidas como as “15 limpas”, essas frutas e vegetais cultivados convencionalmente geralmente apresentam baixo teor de pesticidas.

EspargosAbacateCogumelosRepolhoMilho doceBerinjelakiwiMangaCebolaMamãoAbacaxiErvilhas doces (congeladas)Batatas docesToranjaCantalupo

Compre carne orgânica, ovos e laticínios, se puder pagar

Enquanto organizações importantes, como a American Heart Association, afirmam que o consumo de gordura saturada de qualquer fonte aumenta o risco de doenças cardíacas, outros especialistas em nutrição afirmam que a ingestão de carnes alimentadas com capim e laticínios orgânicos não apresenta os mesmos riscos. O problema não é a gordura saturada, eles dizem, mas a dieta não natural de um animal criado industrialmente que inclui milho, hormônios e medicamentos.

O que há na carne americana?

De acordo com Animal Feed, animais criados convencionalmente nos EUA podem receber:

  • Vacas leiteiras – antibióticos, subprodutos de suínos e galinhas, hormônios do crescimento, pesticidas, lodo de esgoto
  • Vacas de corte – antibióticos, subprodutos de suínos e galinhas, esteróides, hormônios, pesticidas, lodo de esgoto
  • Porcos – antibióticos, subprodutos animais, pesticidas, lodo de esgoto, medicamentos à base de arsênico
  • Frangos de corte – antibióticos, subprodutos animais, pesticidas, lodo de esgoto, medicamentos à base de arsênico
  • Galinhas poedeiras – antibióticos, subprodutos animais, pesticidas, lodo de esgoto, medicamentos à base de arsênico

Outras maneiras de manter o custo de alimentos orgânicos dentro do seu orçamento

Faça compras nos mercados dos agricultores. Muitas cidades, assim como pequenas cidades, abrigam um mercado semanal de agricultores, onde os agricultores locais vendem seus produtos em um mercado de rua ao ar livre, geralmente com desconto para supermercados.

Participe de uma cooperativa de alimentos. Uma cooperativa de alimentos naturais ou uma mercearia cooperativa geralmente oferece preços mais baixos aos membros, que pagam uma taxa anual para pertencer

Participe de uma fazenda de Agricultura Comunitária Apoiada (CSA), na qual indivíduos e famílias se juntam para comprar “partes” de produtos a granel, diretamente de uma fazenda local. Local e orgânico!

Dicas de compra de alimentos orgânicos

Compre na temporada – Frutas e legumes são mais baratos e frescos quando estão na estação. Descubra quando os produtos são entregues ao seu mercado para comprar os alimentos mais frescos possíveis.

Compras ao redor – Compare o preço de itens orgânicos na mercearia, no mercado dos fazendeiros e em outros locais (até no corredor do freezer).

Lembre-se de que orgânico nem sempre é saudável – Fazer junk food parecer saudável é uma manobra de marketing comum na indústria de alimentos, mas produtos assados, sobremesas e lanches orgânicos geralmente ainda são muito ricos em açúcar, sal, gordura ou calorias. Vale a pena ler cuidadosamente os rótulos dos alimentos.

Por que os alimentos orgânicos costumam ser mais caros?

Os alimentos orgânicos são mais trabalhosos, pois os agricultores não usam pesticidas, fertilizantes químicos ou drogas. A certificação orgânica é cara e a ração orgânica para animais pode custar o dobro. As fazendas orgânicas tendem a ser menores que as fazendas convencionais, o que significa que custos fixos e despesas gerais devem ser distribuídos por volumes menores de produção sem subsídios do governo.

Onde comprar alimentos orgânicos

Para encontrar mercados de agricultores, fazendas orgânicas e cooperativas de supermercado em sua região, visite:

  • Nos EUA: Guia Eat Well ou  colheita local
  • No Reino Unido: FARMA
  • Na Austrália: Diretório de Mercados de Agricultores da Austrália
  • No Canadá: Mercados de agricultores no Canadá


Em quais ocasiões não podemos deixar de utilizar o papel timbrado?

O papel timbrado é um material de qualidade e que oferece uma imagem mais profissional em sua impressão, certamente, muitas vezes você já viu empresas e profissionais usando cartas comerciais realizadas com o mesmo. Saiba em quais ocasiões não podemos deixar de utilizar o papel timbrado, aqui neste artigo.

O que é papel timbrado?

Um papel timbrado é uma folha que representa a identidade visual da empresa: nome, logotipo, e-mail, site, endereço, entre outros. Normalmente, essas informações aparecem na parte superior ou inferior da folha, deixando o restante do material livre para usar tanto na impressão quanto na escrita.

O papel timbrado traz credibilidade e profissionalismo ao documento da empresa ou serviço profissional em questão. Além disso, esse material ajuda a reforçar a imagem da sua marca para seus clientes e fornecedores. Podemos encontrar esse tipo de papel em gráfica, a qual pode ajudá-lo com a confecção e personalização do mesmo.

Em quais ocasiões utilizar o papel timbrado?

Orçamentos, propostas, documentos, cartas, pedidos, e declarações devem ser feitos em papel timbrado personalizado, caso contrário, o documento não será válido.

O papel timbrado é usado para imprimir ou escrever manualmente. Cartas comerciais ou papéis timbrados são amplamente utilizados por advogados, médicos, contadores e outros profissionais que sempre precisam de um documento confiável para entregar aos seus clientes, Além disso, pode ser utilizado em convites de casamento, convite 15 anos, entre outros.

Quais os modelos de papel timbrado disponíveis em gráficas

Como é um material de marketing tão importante para as organizações, é necessário que o papel timbrado siga a identidade visual da empresa, com as mesmas cores e a mesma fonte usada em outros materiais impressos, como cartões de visita, panfletos ou Pastas Corporativas

Modelos de papel timbrado

Ao escolher o modelo do papel timbrado, você deverá levar em consideração a área de desempenho dos negócios. Se, por exemplo, é um negócio mais tradicional, como medicina ou direito, utilize modelos mais clássicos com poucas cores, no caso de aluguel de espaço para festas, você pode personalizar com mais detalhes. Confira abaixo alguns modelos de papel timbrado a seguir:

Papel timbrado tradicional – Possui um fundo em branco, informações impressas apenas no rodapé e cores sombreadas, como preto, marrom ou azul marinho.

Papel timbrado com uma imagem de plano de fundo – Se você deseja dar um toque diferente, pode incluir alguma imagem na parte inferior do papel timbrado. Pense em símbolos simples referentes à sua área de negócios (por exemplo, se você é um advogado, use a balança da justiça) ou pode até dar uma textura simples.

 Papel timbrado com bordas: As bordas são um acabamento diferente que é dado ao material e é possível adaptá-lo ao estilo da empresa: reto, colorido, com imagens, em todo o papel, apenas nos cantos, etc.

Papel timbrado em cores: se sua área de negócios é criativa e moderna, aposte em modelos de papel timbrado com cores e diferentes, para se destacar da concorrência.

Papel timbrado com foto: essa ideia raramente é usada. O uso de fotografias em cartas comerciais deve estar relacionado ao negócio, como flores, se o negócio for um florista. No entanto, se for um convite para casamento, convite para festa de 15 anos e outros, essa é uma ótima opção.

Agora que já sabe o que é o papel timbrado e ocasiões para utilizar o mesmo, aproveite e deixe suas cartas e convites mais profissionais.



Como algumas técnicas de Yoga ajudam a melhorar a libido

A Yoga é uma tradição milenar, originária da Índia, que trata, essencialmente, de um conjunto de posturas físicas (âsanas) que, em comunhão com as mais tradicionais práticas da meditação, é capaz de transportar um indivíduo para estados superiores de consciência.

Mas há quem encontre na Yoga apenas um conjunto de posturas estimuladoras da libido. Já outros a enxergam como um meio de atingir o equilíbrio mente, corpo e espírito. E há também os que buscam na Yoga apenas uma técnica capaz de despertar as suas potencialidades adormecidas.

E todos estão certos. Todos encontrarão na Yoga uma resposta para os seus anseios, independentemente do estágio dessa busca.

Por isso, segue, abaixo, uma lista com algumas técnicas de Yoga que ajudam a estimular a libido.

Um conjunto de exercícios que, por tabela, abrem caminho para o equilíbrio corpo-mente-espírito.

1.Upavistha Konasana

Essa postura, entre outras coisas, ajuda a melhorar a libido. E ela faz isso ativando a circulação do sangue na região da pélvis, enquanto fortalece toda a extensão do quadril.

Para realizar uma das suas variações basta sentar-se confortavelmente e abrir as pernas (tendo o cuidado de manter os dedos virados para cima).

Logo após, leve o tronco para frente de forma suave e retorne (também suavemente).

Vire para a direita e coloque a mão esquerda do lado da perna e a outra atrás de uma das nádegas. E depois para o outro lado.

Durante os movimentos faça de 8 a 10 inspirações (e expirações) e sinta como a coluna torna-se mais relaxada e destravada.

2.Agachamento malásana

Essa postura é bastante indicada para quem deseja fortalecer os músculos da coxa, melhorar o fluxo do sangue na região do abdômen e do canal vaginal.

E o passo a passo dela também é simples. Basta manter as pernas ligeiramente afastadas e agachar.

Complete o exercício juntando as mãos em forma de oração (na altura do peito) e agache até sentir que as suas nádegas quase tocam o chão.

Permaneça nessa posição e realize de 8 a 10 movimentos de inspiração e expiração, tendo o cuidado de manter as costas eretas o suficiente para sentir toda a extensão da sua coluna.

3.Postura da ponte

Aqui temos uma postura indicada até mesmo para os pouco familiarizados com as práticas da Yoga. E para executá-la basta deitar-se confortavelmente em um colchonete macio e flexionar os joelhos até que eles quase alcancem as nádegas.

Logo após, leve ar aos pulmões e levante os quadris – cuidando para que os braços mantenham-se retos e os ombros unidos de forma natural.

Inspire e expire entre 8 e 10 vezes nessa posição e aproveite-se da sua capacidade de alongar, relaxar e melhorar o fluxo sanguíneo da região da pélvis e de todo o quadril.

4.Postura Bound Angle

Uma outra postura bastante utilizada para a melhora da libido é essa na qual os pés são puxados até a testa.

Para isso, basta sentar-se confortavelmente, afastar os joelhos, segurar ambos os pés (de forma natural e enquanto inspira) e tocar a testa com eles (enquanto solta o ar dos pulmões).

Aqui são as regiões internas da coxa e dos quadris as mais beneficiadas, pois o  sangue irá fluir com mais facilidade na região da pélvis.

Sem contar o fato de que o exercício, por si só, ajuda a combater o estresse e a ansiedade.

Esse artigo foi útil? Deixe a resposta na forma de um comentário, logo abaixo. E continue compartilhando os nossos conteúdos.



Código do Banco do Brasil: Para que serve?

Você já deve ter ouvido muito falar sobre o código Banco do Brasil. No entanto, apesar disso, é normal que se tenha a seguinte dúvida: para que serve esse número? Que tal descobrir isso e muito mais? Apenas continue a leitura!

O que é o código Banco do Brasil?

O código Banco do Brasil ou, como também é conhecido, o código de compensação do Banco do Brasil, é um código que identifica o banco e o difere das outras instituições bancárias. Sobretudo, encare ele como um tipo de CPF ou RG da instituição.

Aliás, outro fato importante é que quando usado junto ao número da agência, o código Banco do Brasil ainda possibilita saber em qual agência foi aberta determinada conta. Ou, então, em qual agência determinada conta está sendo gerenciada naquele momento.

Para que serve o código Banco do Brasil?

De fato, o código Banco do Brasil serve para identificar a instituição e a diferir das demais. Isso porque quando você faz as transferências bancárias, tanto na modalidade TED quanto na modalidade DOC, é necessário dizer para qual instituição bancária está indo aquele montante.

Contudo, com a grande quantidade de bancos disponíveis atualmente, não é incomum errar um nome. Além do mais, como geralmente acontece em grupos financeiros, é comum haver instituições bancárias com um nome parecido.

Na hora em que você coloca o código Banco do Brasil,é garantido que a quantia será transferida. Por esta razão, é imprescindível que você sempre tenha certeza de que o código do banco está certo.

A fim de que seja possível você checar os seus dados, saiba que o código Banco do Brasil é o 001. Ao saber esse número, é possível conferir se o dado está certo e fazer uma transferência com segurança.



Fazer sexo enquanto doente ajuda? 5 coisas para saber quando está se sentindo baixo

No final da estação mais fria do ano, os resfriados e doenças virais começam a se propagar. Existem algumas dúvidas em relação aos hábitos que podemos ter quando estamos doentes, um deles é o sexo pra propor relaxamento. Você quer saber se fazer sexo doente ajuda? Conheça 5 coisas para saber quando está se sentindo pra baixo.

Em alguns casos, realmente é recomendado não fazer sexo, mas o seu médico irá indicar sobre, caso tenha dúvidas. Aqui estão cinco coisas que você precisa saber sobre sexo enquanto está doente. Da próxima vez que um parceiro disser “Tenho certeza de que é seguro, tenho só um pouco de febre”, certifique-se de saber o que está acontecendo.

1. Resfriados não são propagados através de fluidos sexuais

O resfriado comum ou a gripe não podem ser transmitidos via sêmen ou fluido vaginal. A menos que você tenha uma infecção especificamente sexualmente transmissível, não é provável que ela se espalhe por esse meio. Mas isso não significa que o sexo enquanto você está doente com um vírus é totalmente livre de risco, pois o parceiro pode ficar resfriado também.

2. Posso definitivamente ficar doente por ter relações sexuais se o meu parceiro não estiver bem?

Afinal, o sexo é um negócio confuso que envolve muitos fluidos corporais, incluindo saliva e partículas na respiração. Se você está em uma fase contagiosa, é insensato fazer sexo, mas não porque seus genitais são repentinamente radioativos; é porque qualquer interação com alguém em uma fase viral ativa pode causar contágio por outros meios, como tossir ou espirrar.

3. Fazer sexo não reduz a febre

Induzir o suor por atividade excessiva ou aquecer o corpo com muitos cobertores não é uma maneira de quebrar o ciclo de uma febre. O aumento da temperatura do corpo em uma febre é a reação do seu corpo à infecção, uma vez que tenta combater os males por meio do aumento da atividade do sistema imunológico. 

No momento em que você está com febre, você já está doente, e o descanso é a melhor coisa para permitir que o sistema imunológico se recupere, ou seja, o sexo ajuda a aumentar ainda mais a temperatura corporal e pode causar danos.

4. É seguro se masturbar quando você está doente?

Há um mito de que a masturbação esgota os fluidos do corpo e os minerais vitais e deve ser evitada enquanto estiver doente. Se você tem o hábito de se masturbar tão vigorosamente, vai precisar de um cochilo de cinco horas depois, mas é preciso evitar o hábito, se possível, pelas mesmas razões que você evita o exercício excessivo.

5. Fazer sexo não aumenta sua imunidade depois que você já está doente

Parece que a atividade sexual frequente pode aumentar a função do sistema imunológico, reduzindo a probabilidade de doenças posteriores. “Em um estudo, aqueles que tiveram atividade sexual mais frequente apresentaram níveis mais altos de IgA – o anticorpo encontrado na saliva e outros fluidos corporais que nos ajudam a combater certos tipos de doenças”, diz o Dr. Walden. No entanto, isso não funciona quando já se está doente.

Quando estamos doentes é preciso se atentar aos cuidados necessários, além de evitar possíveis hábitos que contribuam para a piora do nosso estado de saúde. Portanto, não tenha vergonha e consulte um médico.



O que é a taxa de câmbio e como ela pode te ajudar

Inegavelmente, você já deve ter ouvido muito falarem sobre uma tal de taxa de câmbio, não é? No entanto, nunca entendeu, de fato, sobre o que se trata. Sabia que ela pode influenciar na sua conta bancária? Especialmente se você costuma viajar para o exterior.

 A taxa de câmbio é utilizada para o câmbio de moedas. Ou seja, na troca de uma moeda por outra. Um grande exemplo é o real pelo dólar. Quem viaja precisa fazer esse tipo de transação.

Que tal saber mais sobre a taxa de câmbio? Veja, vai ser muito interessante!

O que é a taxa de câmbio?

Primeiramente, é necessário que você entenda o que é a taxa de câmbio. Afinal, só assim você poderá conhecer mais sobre esse assunto.

Sobretudo, a taxa de câmbio é uma espécie de relação entre moedas e transações comerciais. Ao adquirir o dólar, você não está apenas trocando uma moeda pela outra, mas sim pagando por uma relação.

Essa taxa é dividida em 3 tipos, que são: fixa, atrelada e flutuante. De maneira simplificada, é possível dizer que a taxa fixa é estabelecida pela autoridade monetária do país.

A atrelada também é influenciada pela autoridade monetária, no entanto seu único papel é a permissão da variação de taxas dentro do limite de banda cambial. Já a flutuante é estabelecida apenas pelo mercado, sem interferência do governo.

Como a taxa de câmbio pode ajudar você?

Sem dúvida, a taxa de câmbio é muito influente em muitos os aspectos. Ela é responsável pelo valor da inflação, bem como os outros valores da economia nacional.

Assim sendo, a taxa de câmbio também afeta quem não viaja para fora do país. Afinal, ela interfere nos preços de produtos nacionais.

Viu como a taxa de câmbio é importante na sua vida? Fique de olho em sua variação!



Dicas para começar vender doces na rua

Montar uma pequena barraca de doces pode ser um negócio visto com pouco valor entre as pessoas comuns, no entanto, é uma excelente oportunidade para começar um negócio próprio com baixo valor de investimento.

Sem dúvida, esta é uma oportunidade que pode significar uma nova fonte de renda em sua vida. Confira nossas dicas para iniciar vender doces.

Por que vender doces na rua

A venda de doces sempre foi comum nas ruas de uma cidade, especialmente em portas de escolas e colégios.

A venda pode ser feita com o auxilio de um carrinho ambulante, no acesso malas de um automóvel, em um carrinho adaptado.

Se você tiver um bom local vender doces de qualidade, é possível conseguir excelentes resultados excelentes todos os dias.

Neste artigo, vamos falar um pouco mais sobre ideias para que você consiga faturar neste mercado.

Escolha os doces certos

Comece a vender doces simples e que já estão no estilo do público que você pretende reparar.

Deixe novidades para no momento em que você já tiver alcançado um bom público. Aprenda as receitas e faça tudo com bastante atenção, não venda nada que não esteja bom.

É importante que você seja reconhecido (a) pela qualidade e sabor dos seus produtos.

Escolha o trajeto ou local

Caso você pretenda vender acesso a acesso é fundamental você escolher bem o seu trajeto. Tenha preferência por locais movimentados, ruas comerciais ou empresariais.

Dependendo dos doces, é importante ter um local próximo a escolas ou universidades.

Dependendo também do público, é importante ter uma máquina de cartão de débito ou crédito. Isso ajuda a melhorar a quantidade e qualidade das vendas, principalmente nos dias de hoje.

Atenção com a validade

Para você que está começando a trabalhar com doces, tenha o entendimento na validade dos doces. É muito importante que todos os ingredientes sejam guardados em locais certos, com boa refrigeração.

Assim como os doces precisam estar no local correto para que eles se mantenham dentro dos critérios de saúde e qualidade.

Atenção ao carregar seus doces

Escolha um vasilhame apropriado para estocar e carregar seus doces.

O vasilhame não pode passar cheiro ou receber calor demasiadamente. Precisa conter os doces do contato direto com a luz e um local fresco para manter a qualidade e sabor dos alimentos.

Conclusão

É momento de colocar em prática e começar suas primeiras vendas de doce.

Trabalhe todos os dias que você colherá bons frutos. Afinal de contas, ter sucesso com doces para vender na rua depende unicamente de você.



5 motivos para fazer empréstimo com maquininha

O empréstimo com maquininha é uma grande vantagem principalmente para empreendedores, possibilitada pelo desenvolvimento da tecnologia.

No entanto, muitos pequenos empresários ainda não sabem os benefícios de solicitar um empréstimo com maquininha e continuam tendo dificuldades para expandir seu negócio e comprar novos produtos.

Por isso, é importante que você saiba que já é possível ter uma grana extra para investir, sem grandes dificuldades. Vamos conhecer essas vantagens e saber como seu negócio pode se beneficiar?

Não precisa possuir conta em banco

Essa é uma das principais vantagens em pedir um empréstimo com maquininha. Enquanto muitas instituições bancárias exigem que você tenha uma conta bancária, empresas como O Mercado Livre não fazem esse tipo de exigência.

Isso porque essas instituições bancárias precisam fazer a análise de crédito e isso é possível através da sua conta corrente.

O empréstimo com maquininha é seguro

Essa opção de empréstimo é super segura e pode ser realizada através da internet. Basta entrar em contato com a empresa da qual deseja solicitar o empréstimo para saber mais.

Os juros são baixos

Através do mercado livre, o empréstimo com maquininha torna-se uma grande vantagem para o empreendedor. As taxas de juros não são tão altas quanto o empréstimo em uma financeira ou num banco. Além disso, com o Mercado livre é possível ver o histórico do cliente através das vendas realizadas no site.

Possibilidade de atendimento ao cliente

Se você tiver algum questionamento, o serviço de atendimento ao cliente pode tirar todas essas dúvidas.

Empréstimo com maquininha é prático

Esse tipo de empréstimo é bem diferente do tradicional, que exige várias documentações, requisitos e uma papelada que os bancos não mencionam.

Ao fazer um empréstimo com maquininha, não será necessário ir à nenhuma loja para finalizar ou assinar o contrato, pois todo o processo é realizado online, com praticidade.




top