Fazer sexo enquanto doente ajuda? 5 coisas para saber quando está se sentindo baixo

No final da estação mais fria do ano, os resfriados e doenças virais começam a se propagar. Existem algumas dúvidas em relação aos hábitos que podemos ter quando estamos doentes, um deles é o sexo pra propor relaxamento. Você quer saber se fazer sexo doente ajuda? Conheça 5 coisas para saber quando está se sentindo pra baixo.

Em alguns casos, realmente é recomendado não fazer sexo, mas o seu médico irá indicar sobre, caso tenha dúvidas. Aqui estão cinco coisas que você precisa saber sobre sexo enquanto está doente. Da próxima vez que um parceiro disser “Tenho certeza de que é seguro, tenho só um pouco de febre”, certifique-se de saber o que está acontecendo.

1. Resfriados não são propagados através de fluidos sexuais

O resfriado comum ou a gripe não podem ser transmitidos via sêmen ou fluido vaginal. A menos que você tenha uma infecção especificamente sexualmente transmissível, não é provável que ela se espalhe por esse meio. Mas isso não significa que o sexo enquanto você está doente com um vírus é totalmente livre de risco, pois o parceiro pode ficar resfriado também.

2. Posso definitivamente ficar doente por ter relações sexuais se o meu parceiro não estiver bem?

Afinal, o sexo é um negócio confuso que envolve muitos fluidos corporais, incluindo saliva e partículas na respiração. Se você está em uma fase contagiosa, é insensato fazer sexo, mas não porque seus genitais são repentinamente radioativos; é porque qualquer interação com alguém em uma fase viral ativa pode causar contágio por outros meios, como tossir ou espirrar.

3. Fazer sexo não reduz a febre

Induzir o suor por atividade excessiva ou aquecer o corpo com muitos cobertores não é uma maneira de quebrar o ciclo de uma febre. O aumento da temperatura do corpo em uma febre é a reação do seu corpo à infecção, uma vez que tenta combater os males por meio do aumento da atividade do sistema imunológico. 

No momento em que você está com febre, você já está doente, e o descanso é a melhor coisa para permitir que o sistema imunológico se recupere, ou seja, o sexo ajuda a aumentar ainda mais a temperatura corporal e pode causar danos.

4. É seguro se masturbar quando você está doente?

Há um mito de que a masturbação esgota os fluidos do corpo e os minerais vitais e deve ser evitada enquanto estiver doente. Se você tem o hábito de se masturbar tão vigorosamente, vai precisar de um cochilo de cinco horas depois, mas é preciso evitar o hábito, se possível, pelas mesmas razões que você evita o exercício excessivo.

5. Fazer sexo não aumenta sua imunidade depois que você já está doente

Parece que a atividade sexual frequente pode aumentar a função do sistema imunológico, reduzindo a probabilidade de doenças posteriores. “Em um estudo, aqueles que tiveram atividade sexual mais frequente apresentaram níveis mais altos de IgA – o anticorpo encontrado na saliva e outros fluidos corporais que nos ajudam a combater certos tipos de doenças”, diz o Dr. Walden. No entanto, isso não funciona quando já se está doente.

Quando estamos doentes é preciso se atentar aos cuidados necessários, além de evitar possíveis hábitos que contribuam para a piora do nosso estado de saúde. Portanto, não tenha vergonha e consulte um médico.